Bancários assinam acordos específicos com o Bradesco

Com validade de dois anos, acordos garantem o controle de ponto para toda a holding e o pagamento de adicional para os trabalhadores do Bradesco Financiamentos que trabalharem aos sábados, domingos e feriados

O Movimento sindical assinou com o Bradesco, na manhã desta quinta-feira (3) , três acordos coletivos aditivos à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria relacionados à direitos específicos conquistados pelos trabalhadores.

O acordo do Sistema Alternativo de Controle de Jornada de Trabalho (ponto eletrônico) abrange as unidades de todo o país do Bradesco, BBI, Financiamentos, Bradescard, Berj e Losango.

A renovação deste acordo significa dizer que os efeitos da ‘Lei da Liberdade Econômica’, referentes ao controle de ponto dos funcionários não terão efeito no Bradesco. Nossa intenção é resguardar os direitos dos trabalhadores e garantir que a marcação do ponto seja efetuada realmente no momento da entrada e saída do trabalho, sem que haja pressão para que seja marcado o ponto depois do início do trabalho ou antes do término, por exemplo.

Cipa

Outro acordo assinado nesta quinta-feira é sobre a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), que garante o treinamento para todos os funcionários designados para exercer as atribuições da Cipa, o suporte do banco aos cipeiros e a disponibilização pelo banco de informações sobre o treinamento e quais funcionários designados estão realizando os treinamentos.

Bradesco Financiamentos

O terceiro acordo assinado nesta quinta-feira é específico para os trabalhadores da Bradesco Financiamentos. “Antes esses trabalhadores não tinham as garantias da CCT dos bancários. Com o acordo, eles passam a compor a categoria. Isso foi um ganho muito grande para eles, que ampliam seus rendimentos e ainda têm direito à PLR, aos vales alimentação e refeição, auxílio creche e todos os demais direitos dos bancários.

Outras garantias do acordo com a Bradesco Financiamentos são o descanso de dois dias consecutivos e coincidentes, ao menos em duas vezes por mês, com sábados e domingos; folga de caráter compensatório, quando o trabalho ocorrer em dia considerado feriado. Outra garantia é o pagamento do valor adicional unitário de R$ 57,67 para cada dia de trabalho que coincidir com sábados, domingos e feriados.

Os três acordos assinados nesta quinta-feira têm validade por dois anos.

Fonte: Movimento Sindical

SINTRAF-GV:

Facebook