Direitos dos Bancários estão ameaçados! O que fazer?

Com o golpe na CLT, na chamada “reforma trabalhista”, direitos têm prazo de validade: 31 de agosto.
Muitos colegas acham que os direitos que recebem todos os meses “caíram do céu”. Alguns, com menor consciência, chegam a pensar que o que vem no contracheque é um presente dado, espontaneamente, pelo patrão.

Não sabem que os banqueiros só pagam estes direitos porque são obrigados por uma “lei”. Esta “lei” é a Convenção Coletiva, que, para continuar valendo, precisa ser renovada todos os anos, no dia 1º de setembro.

Um desses direitos é o PLR. Com o golpe na CLT, na chamada “reforma trabalhista”, este direito tem prazo de validade: 31 de agosto. Depois desta data, só a união e a disposição de luta dos bancários é que podem defender a continuidade deste direito.

COMO CONQUISTAMOS A PLR:

No dia 4 de outubro de 1995, quase todos os sindicatos de bancários do Brasil realizaram assembleias e aprovaram a proposta de Convenção Coletiva de Trabalho. Esta Convenção obrigava os banqueiros a pagar uma PLR de 72% do salário mensal mais R$ 200,00. Foi um excelente começo deste direito tão importante.

SINTRAF-GV:

Facebook