HSBC pagará US$ 2 milhões para encerrar processo de fraude nos EUA

hsbc multa

Segundo denúncias, banco pediu reembolso por 42 empréstimos não pagos sem revelar que os clientes poderiam ter apresentado falsas informações para obter o crédito.

O HSBC concordou em pagar cerca de US$ 2 milhões para encerrar um processo civil que alega que o banco tentou indevidamente conseguir reembolsos da Administração de Pequenas Empresas dos Estados Unidos (SBA, na sigla em inglês) por empréstimos mal sucedidos que sabia serem baseados em informações potencialmente fraudulentas.

Sob o programa de empréstimos voltado para ajudar startups e pequenas empresas, o SBA garante até metade do valor de empréstimos feitos à companhias por credores, como o HSBC.

Segundo as denúncias feitas pelo governo federal dos EUA, o HSBC solicitou reembolso por 42 empréstimos não pagos sem revelar que os clientes poderiam ter apresentado falsas informações ao banco para obter vários empréstimos, ou que o banco os teria incluído em uma lista interna de empréstimos fraudulentos ou potencialmente fraudulentos.

Como parte do acordo, o HSBC admitiu e aceitou a responsabilidade por não informar o SBA de todos os fatos que indicavam que os clientes pudessem estar apresentando falsas informações nos pedidos de empréstimos ou que a instituição tinha identificado esses empréstimos como fraudulentos ou potencialmente fraudulentos. (Fonte: G1)

SINTRAF-GV:

Facebook