ANS cria grupo técnico para tentar reduzir preços dos planos de saúde

A ação acontece um dia após o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) divulgar que 1,37 milhão de pessoas abandonaram os planos de saúde somente em 2016 (Matheus Teixeira)

Diante da crise econômica que bate à porta das famílias brasileiras, o Ministério da Saúde fez uma série de sugestões à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para tentar baratear a contratação de planos de saúde.

A ação do ministério acontece um dia após o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) divulgar que 1,37 milhão de pessoas abandonaram os planos de saúde somente em 2016.

A ANS decidiu constituir um grupo técnico, formado por servidores de todas as diretorias e da Procuradoria-Geral da agência, para analisar a proposta do governo federal. O colegiado avaliará a viabilidade técnica das recomendações para depois realizar uma consulta pública — somente após essas etapas o órgão vai se pronunciar sobre o tema.

Alta nos preços
Além da crise, a desistência das famílias em ter um serviço de saúde particular também se deve à alta das mensalidades cobradas pelas empresas, que subiram 13,55% ano passado, índice acima da inflação. Inclusive, acredita-se que o preço dos planos pressionou os custos com saúde em geral, que aumentaram 11,04% no mesmo período. (Fonte: Correio Braziliense)

 

SINTRAF-GV:

Facebook